Golden retriever adota gatinha órfã rejeitada pela própria mãe biológica

Por
em Notícias

Quando era apenas uma filhote, a gatinha Ichimi foi rejeitada pela própria mãe biológica. Seus tutores que vivem em Hokkaido, Japão, tiveram então a ideia de aproximá-la de Ponzu, o amoroso golden retriever da família, informou o Bored Panda.

O cachorro acabou se afeiçoando à felina e se tornou seu guardião, acompanhando-a em tudo que ela faz.

Amizade e fraternidade

Sabemos que a amizade entre espécies diferentes é algo recorrente e se torna ainda mais forte quando um dos animais é mais novo, ao passo que o outro é mais velho. Um contexto de paternidade (ou maternidade) surge, forjando laços de intimidade que perduram a vida toda.

É justamente o caso de Ichimi e Ponzu.

Ichimi foi adotada por um golden retriever depois que sua mãe a rejeitou.

Os dois rapidamente se tornaram amigos inseparáveis.

Recentemente, a duplinha celebrou a temporada de férias juntos.

Antes da chegada de Ichimi, Ponzu já havia cuidado de um gatinho após um ataque de corvo, mas ela morreu. Agora, Ichimi o ajuda a lidar com tal perda.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.