Em vídeo hilário, cacatua imita miado e confunde gatos: ‘Deve ser uma prima perdida’

Por
em Notícias

Os animais podem ser excelentes fontes de riso para nós, seres humanos. Alguns realmente parecem possuir o ‘talento’ da arte de alegrar ou fazer o dia de seus donos melhor.

Os cães costumam imitar os tutores, uma vez que são fortemente baseados no senso de comunidade e fazem o que podem para se ‘encaixar’. Eles só querem participar!

Há outros animais que buscam o mesmo… Como as cacatuas.

Essa espécie de ave é uma das mais inteligentes do mundo. Elas são conhecidas por resolver quebra-cabeças e até mesmo falar como um ser humano! As pessoas adoram mantê-las por perto porque elas realmente podem ser muito engraçados e cheias de personalidade.

Na casa que você verá no vídeo abaixo, a cacatua não está sozinha!

Mestras da imitação

A filmagem mostra uma família que adora animais de estimação. Ao lado de sua cacatua, eles têm alguns gatos. E olha, contrariando o senso comum, eles se dão muito bem!

Como uma cacatua pode se encaixar em um grupo tão diferente? Imitando, claro! Assim os cães. Como elas têm uma capacidade incrível de copiar ruídos, a espécime do vídeo decide que vai fingir ser um gato.

Caminhando até os gatos, a cacatua começa a miar, confundindo os bichanos. Hilário!

No final do vídeo, os gatos parecem ter aceitado que a “estranha gata branca” é apenas uma prima perdida deles.

Confira o vídeo:

Curiosidades sobre as cacatuas

- Existem 21 espécies de cacatuas e todas são nativas da Oceania.

- Quando tratadas desde filhotes, elas tendem a ser mansas e criar um laço extremamente forte com seu dono.

- A sua voz pode ser ouvida a 1,5 km de distância.

- A aparência do macho e da fêmea é quase idêntica.

- São propensos a obesidade.

- Elas adoram mastigar ou destruir a gaiola.

- As cacatuas podem aprender 20 ou mais palavras e expressões simples ao longo dos anos.

- A maioria das cacatuas possuem a pelagem branca, algumas têm uma plumagem muito mais escura.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.