Engenheiro agrônomo filmado dando cerveja para cão golden retriever é investigado

O caso foi divulgado pelo delegado Matheus Laiola e encaminhado para as autoridades de Cascavel, onde está sendo investigado.

Por
em Notícias

A medida que alguém decide acolher, adotar ou comprar um cachorro, supõe-se que o intuito é protegê-lo, cuidá-lo e resguardá-lo de todo e qualquer mal. Na prática, porém, nem sempre é isso que acontece.

Um caso de maus-tratos foi compartilhado pelo delegado Matheus Laiola em seu Facebook. No vídeo é possível ver um indivíduo oferecendo cerveja para um cachorro da raça golden retriever que, pelo incentivo, ingeriu a bebida.

Outras pessoas estão presente e acham graça da situação. No entanto, o vídeo, que foi gravado no início de novembro e publicado na página do delegado no dia 9, chegou ao conhecimento das autoridades de Cascavel, Paraná, onde foi feito o registro e o responsável pelo ato já foi identificado.

Trata-se de um engenheiro agrônomo e segundo Laiola, a polícia de Cascavel irá trabalhar para ouvir e responsabilizar o investigado, além de tomar medidas em relação à guarda do animal.

“MAUS-TRATOS OU BRINCADEIRA DE MAU GOSTO?!

Para mim, isso é maus-tratos!!! Mais um caso em que dão cerveja para um cachorro aqui no Paraná. E mais uma vez estamos no caso. Já investigamos e descobrimos quem fez. Qual a graça nisso?! Juro que não consigo entender. E que não venham dizer que não era cerveja, que era só brincadeira, blá, blá, blá… Você pensa que o caso de ser tratado como crime (eu penso assim) ou como mera brincadeira de mau gosto?!”, questionou Laiola na legenda da publicação.

Veja o video:

Até o momento, Laiola não compartilhou mais atualizações sobre o caso.

Outros casos

Esse, no entanto, não foi o único caso de imprudência registrado no Paraná recentemente. Em outubro viralizou o vídeo em que um casal, uma advogada e um modelo, incentivam um filhote de cachorro a beber cerveja direto da lata. O caso aconteceu em Curitiba e foi repassado para a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA).

Eles não foram localizados pela Polícia Civil, mas se apresentaram na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente no dia 20 de outubro. Durante o depoimento, os dois negaram ter dado bebida alcoólica para o animal e afirmaram que o que havia dentro da latinha de cerveja era água.

No vídeo, porém, o homem apresenta outra versão.

“Bicha boa é bicha que bebe com o pai; ei c*****; toma, toma, vai, vai; até o final, vai matar, vai matar, vai, vai, vai, vai”, dizia enquanto o filhote era forçado a beber a cerveja.

Se condenados por maus-tratos a animal, eles poderão pegar até cinco anos de prisão, além de multa.

Veja o vídeo:

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com