Cão vira-lata ajuda pescadores a localizarem idosa perdida em mata

Por
em Notícias

Além de conseguirem transformar a vida dos donos para melhor, os cães também possuem o dom de salvar a sua vida, literalmente. Graças ao instinto protetor do vira-lata Lupi a idosa Maria Radulski, de 84 anos, que estava perdida em uma mata foi encontrada.

Maria vive em Araucária, região metropolitana de Curitiba, Paraná, e ficou desaparecida por dois dias, preocupando os seus familiares que não tinham nenhuma pista do seu paradeiro. A idosa se perdeu no dia 6 de novembro depois de ter saído para procurar por um boi que havia escapado da propriedade e acabou se perdendo.

“A gente acionou polícia, a gente acionou os bombeiros… O Corpo de Bombeiros chegou no dia 7, por volta das 18h, a gente já tinha registrado tudo que é tipo de boletim de ocorrência. Estávamos muito angustiados porque ter uma situação de desaparecimento é muito terrível. Você não tem noção do que que pode ter acontecido com a pessoa”, expressa Daniele Radulski Reginatto, neta da dona Maria.

Lupi, assim como outros dois cães da família, acompanharam a idosa, mas o único que permaneceu ao seu lado todo o tempo foi Lupi, que além de ter feito companhia à Maria, latiu o tempo inteiro, como forma de pedido de socorro aos pescadores que se encontravam próximo ao local. Os latidos serviram como guia para que os pescadores chegassem até dona Maria, informou o Paraná Portal.

“Ela foi entrando dentro da mata, foi entrando dentro da mata e acabou se perdendo”, relata. “Foi uma coisa de terror mesmo. Um filme de terror que passou na nossa vida”.

Felipi Araújo, um dos pescadores, fez um vídeo emocionante sobre a atitude do cãozinho em tê-los alertado e por ter passado duas noites ao lado da idosa que, felizmente, foi encontrada bem apesar da falta de comida e água.

Assista:

Quando a família se deparou com o vira-lata Lupi abandonado na propriedade que, segundo relatam, é algo comum, eles não imaginavam que ele seria o responsável por salvar a vida da matriarca. Entretanto, talvez ele só estivesse retribuindo o amor e o acolhimento recebido por dona Maria, né?

Caso semelhante aconteceu no Rio Grande do Sul

Apesar de louvável, a atitude de Lupi não foi a única que foi capaz de salvar a vida do dono. Em junho deste ano, o pit bull Thor também mostrou toda a sua lealdade ao permanecer por 10 horas ao lado do dono, Sérgio Sebastião Pires, de 67 anos, que também ficou perdido em uma mata na região de Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

Relembre o caso:

- Pit bull permanece ao lado de idoso perdido em matagal por mais de 10 horas em Porto Alegre

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com