Cão vira-lata caramelo invade circuito da Fórmula 1 e assusta organizadores

Felizmente ninguém ficou ferido e o cão saiu ileso do local.

Por
em Notícias

Que a Fórmula 1 é um evento grandioso, todos sabem, mas o responsável por roubar a cena durante a qualificação (Q1) do Grande Prêmio da Turquia de F1, no dia 14 de novembro, foi um cachorrinho.

Segundo a Revista Semana, chovia no momento em que um cão caramelo invadiu o circuito do Istambul Park e deu um grande susto nos organizadores, pois ele não só se colocava em risco, como colocava também os competidores.

Felizmente nada grave aconteceu e o cãozinho acabou correndo para uma direção desconhecida. O caso foi compartilhado no Twitter oficial da F1, os internautas não perderam tempo e começaram a brincar com a situação.

“Eles vão penalizar o cão por correr sob a bandeira vermelha?”.
"Cães e F1. Seria a combinação perfeita de amor se não fosse pelo pobre coitado em perigo e eles tendo que tirá-lo agora”, foram alguns dos comentários na publicação.

Passado o susto, relembre outros casos que as pistas da F1 foram invadidas pelos animais em diferentes partes do mundo:

1. Nico Rosberg, automobilista alemão, esteve perto de atropelar um pássaro com seu carro no Grande Prêmio de Mônaco de 2013:

2. Um lagarto gigante invadiu a pista de corrida do Grande Prêmio de F1 de Cingapura em 2016. Felizmente, nenhum carro estava passando na época:

3. Graças aos reflexos de Ralf Schumacher, uma marmota foi salva do pior durante o Grande Prêmio do Canadá de 2007:

4. No Grande Prêmio de F1 de Singapura, na Áustria, em 2001, um cervo escapou da mira do carro do colombiano Juan Pablo Montoya:

5. Em 2019, no circuito de Gilles Villeneuve, no Canadá, o piloto da Williams de Nicolás Latifi teve que desviar de uma marmota que cruzou na pista:

6. Um cachorro interrompeu os treinamentos de Fórmula 1 na Índia, durante o circuito de Buddh, e forçou o primeiro treino livre a ser adiado por cinco minutos:

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com