Cadela usada para procriação e depois abandonada é salva e passa a viver em ‘lençóis de seda’

Por
em Notícias

Apesar das péssimas condições em que vivia nas ruas de Bali, ilha da Indonésia, a cadela Lucy Ray passou por uma transformação incrível. Com a saúde debilitada, Lucy estava com uma infecção em um dos olhos, além de estar com sarna, que devido ao estado avançado, fez com que ela perdesse a maior parte dos seus pelos.

Segundo o portal de notícias Inspire More, a equipe de resgate da Bali Paws, responsável por encontrar e resgatar Lucy, informou que ela era usada para procriação e por conta da sua aparência debilitada devido à exploração, os criadores a abandonaram.

Uma vez resgatada, Lucy teve acesso a todos os cuidados que nunca deviam ter lhe faltado: carinho, banho, uma alimentação adequada e tratamento médico para o seu caso. A partir disso, a vida da cadela, que sofreu tanto, só melhorou.

Depois de algumas semanas de tratamento, a sua saúde melhorou, a sua personalidade floriu e ela passou a viver experiências novas, como o convívio com outros cães e em ambientes diferenciados.

Com isso, a pequena guerreira estava pronta e habilitada para ir morar em um novo lar. Matt e Brianna, os responsáveis por adotá-la, vivem em Centerville, Virginia (EUA). E assim, Lucy embarcava em uma linda jornada com a sua mais nova família.

"Nós dois éramos muito apaixonados por ela", disse Brianna. "Ela era tão doce, e sentimos que ela se apegou ao nosso coração imediatamente e agiu como se fosse nossa”, contam.

Lucy passou a ser tratada como uma verdadeira lady e ganhou até mesmo uma conta no Instagram onde os donos compartilham a sua rotina confortável e repleta de amor. Inclusive, sua página no Instagram diz que ela “foi das ruas de Bali aos lençóis de seda”.

“Ela definitivamente nos mostra o quanto nos ama e nos aprecia, e devolvemos o mesmo a ela porque a amamos mais do que tudo”, acrescentou Matt.

Se você quiser acompanhar um pouco mais do cotidiano dessa guerreira, pode segui-la no Instagram: @lucy_balirescue.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com