10 fatos interessantes sobre os cães da raça Husky Siberiano

Por
em Dicas

O calor e o clima tropical típicos do nosso país ajudam a explicar a baixa popularidade do Husky Siberiano por aqui. Trata-se de uma raça originária do extremo nordeste da Ásia e que adora temperaturas negativas.

Os huskies foram criados para o trabalho. Engana-se quem acha que eles são agressivos só porque carregam consigo a aparência dos lobos selvagens. Amorosos e amigáveis, esses cãezinhos são tranquilos de lidar e adoram companhia.

Separamos uma lista da Mental Flossde 10 fatos interessantes sobre os cães da raça Husky Siberiano. Confira:

1. Criados para puxar trenós

Quando o povo semi-nômade Chukchi, da Sibéria, decidiu expandir seus campos de caça há cerca de 3 mil anos, eles procuraram criar um cão de trenó ideal.

Esses cães tinham que ter resistência, uma alta tolerância ao frio e a habilidade de sobreviver com pouca comida. Os filhotes resultantes poderiam carregar cargas por longas distâncias sem alimento ou presença de calor.

2. Suas habilidades impressionaram os habitantes do Alasca

Os Huskies fizeram sua estreia no continente americano em 1909, na competição All Alaska Sweepstakes Race. Dizia-se que esses animais eram cães de trenó ‘superiores’; eles provaram que a fofoca era verdadeira ao dominar as competições de corrida no Alasca por toda a década seguinte.

3. Conseguem sempre se manter aquecidos

Huskies têm uma camada dupla e espessa de pêlos que os mantém bem isolados do ambiente exterior.

Seu subpêlo é curto e quente, enquanto a camada superior é grossa e resistente à água. Seus olhos amendoados permitem que eles estreitem os olhos para impedir a entrada de neve. Quase uma máquina!

4. Já salvaram uma pequena cidade do Alasca, nos EUA

Em 1925, os filhos de Nome contraíram uma temida doença chamada difteria. A antitoxina mais próxima estava a 1.600 quilômetros de distância, em um hospital de Anchorage, hoje a maior cidade do extremo norte do mundo.

Os meios de transporte estavam inutilizados por conta da neve, cabendo a uma equipe com cães transportar o pacote pela vasta distância.

Vinte mushers (transportadores de carga) e seus cães de trenó lutaram contra o frio intenso em um revezamento para levar o remédio com segurança. Demorou 127,5 horas para completar a missão (cerca de 13 km por dia), mas o medicamento chegou à aldeia.

A etapa final foi concluída por um husky siberiano e sua equipe. Ao finalmente chegar ao destino, os cães foram saudados como heróis e apareceram em jornais de todo o país.

5. Não são grandes cães de guarda

Huskies tendem a ser amigáveis ​​com estranhos. Isso pode ser encantador, mas não é muito útil quando você está procurando um sentinela canino. Claro, seus ferozes traços de lobo podem ser o suficiente para deter qualquer intruso.

6. Huskies não ficam cansados com facilidade

Os cães que foram criados para puxar trenós costumam correr longas distâncias com muito pouca comida. Quando os humanos tentam fazer isso, começamos a usar o glicogênio e a gordura do nosso corpo e, eventualmente, ficamos cansados.

Mas os huskies queimam muitas calorias sem nunca aproveitar essas reservas de energia - e fazem isso regulando o metabolismo.

“Antes da corrida, a composição metabólica dos cães é semelhante à dos humanos. Então, de repente eles lançam um interruptor que nós não sabemos o que é ainda, que inverte tudo isso”, escreveu o pesquisador Dr. Michael S. Davis ao New York Times. “Eles conseguem percorrer até 160 quilômetros por dia”, complementou.

7. Huskies são furtivos

Esses doguinhos adoram correr e explorar o ambiente ao seu redor. Eles são conhecidos por serem artistas de fuga capazes de cavar abaixo de cercas e escorregar para fora de suas coleiras sem levantar suspeitas.

8. Utilizados pelo Exército

Durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), o Exército dos EUA empregou os huskies como cães de busca e resgate. Eles também foram usados ​​para transporte, frete e comunicação.

9. Intimamente relacionados aos lobos

Estudos dizem que o Shiba inu e o Chow Chow compartilham mais DNA com o lobo cinzento do que qualquer outro cão, exceto o Husky Siberiano. Ainda assim, eles são mais dóceis do que as duas raças anteriores.

10. Lindos olhos azuis

Não são muitas as raças de cães que podem ter olhos azuis penetrantes. Alguns cães - como o pastor australiano ou Weimaraner - os têm graças ao gene ‘merle’, que resulta na perda de pigmentação. Mas os huskies podem ter olhos brilhantes sem esse gene.

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.