11 raças de cães que surgiram na China

Por
em Dicas

Há milênios, o povo chinês credita aos cães símbolos de prosperidade e riqueza. Por eras e dinastias inteiras, esses animais foram criados com o propósito de guardar mosteiros ou oferecer companhia aos monges.

Devido às suas raízes religiosas, muitas raças de cães chineses foram consideradas sagradas e a maioria não tem influência externa de raças de cães de outros países - que é uma das muitas razões pelas quais os cães chineses têm uma aparência completamente única e diferente de qualquer outro.

A China é uma terra mística adornada pelos chamados guardiões imperiais, que se acredita fornecerem proteção. Também conhecidos como cães Fu - acredita-se que estes 'cães' tenham influenciado muitas raças de cães chineses e, como tal, muitos se parecem com leões de tamanho reduzido.

Dos Lhasa Apsos aos Chow Chows, conforme o portal da Purina, 11 raças de cães integralmente chinesas. Confira!

1. Terrier Tibetano

Apesar do nome, o Terrier Tibetano não é um terrier, mas sim um cão pastor, que também atuava com um guardião para os comerciantes que viajavam do Tibet para a China. Ele foi bem-sucedido nesta função de guarda não tanto pelo seu tamanho ou temperamento, mas sim pelo respeito que ele conquistou, inspirando até um certo medo naquela época por ser considerado o original Cão Sagrado do Tibet.

2. Lhasa Apso

O Lhasa Apso é um dos cachorros de pequeno porte preferidos de quem deseja ter um pet em casa, mas mora em ambiente pequeno. Com pelos longos, orelhas finas e latido marcante, ele é um verdadeiro cão de guarda e grande companheiro.

Por muito tempo, a raça foi considerada mística e sagrada. Hoje, ele é muito confundido com seus amigos da raça Shih Tzu, porém algumas características físicas, como seu instinto protetor e o seu temperamento forte, ainda fazem do cachorro Lhasa Apso um pet único.

3. Pequinês

Nomeado em homenagem a Pequim, o antigo nome de Beijing, o cão pequinês data de 700 d.C. Segundo a lenda, esses cães chineses são considerados leões encolhidos devido à sua semelhança com as estátuas do cão Fu situadas em todo o país.

Originalmente, eles só podiam ser propriedade da realeza e a punição por roubá-los era a morte!

4. Chow Chow

Famoso por sua língua azul e pela juba que lembra a de um leão, o chow chow é uma das raças mais exóticas do mundo. Leal e reservado, ele costuma ser um cão de um dono só, e uma vez que o elege, é para a vida toda. Mas, se você não souber impor sua autoridade, ele vai achar que é o dono da matilha.

5. Pug

Muitos ficam surpresos ao saber que o Pug é um cão chinês. O período real de origem da raça não é claro, mas alguns dizem que foi desde a Dinastia Han, há mais de 2.000 anos.

Pugs foram criados para serem companheiros em mosteiros e eram particularmente favorecidos pelos monges budistas. Hoje, por causa de sua personalidade afetuosa e atitudes bobas, eles são companheiros populares em todo o mundo.

6. Spaniel tibetano

O pequenino não tem esse nome à toa, realmente ele tem origem asiática e foi criado para ser um excelente companheiro, e quer saber? Ele é mesmo! De natureza doce, amigável e inteligente, o Spaniel Tibetano se assemelha a um pequeno leão (um importante símbolo budista) tanto na feição como na postura vigilante.

Adora compartilhar a vida em família, tanto com humanos, quanto com outros animais. É reconhecido por ser um cão “felino”, pois adora escalar mobílias para aproveitar uma visão mais privilegiada do que está à sua volta.

7. Cão de crista chinês

Uma coisa é certa: ninguém fica indiferente ao ver um cãozinho dessa raça em sua versão (quase) sem pelos! Exótico por natureza, o Cão de Crista Chinês pode ser encontrado na versão peluda, mas é na versão mais “tosada” que ele faz mais sucesso.

Bastante alegre, elegante e inteligente, é um excelente companheiro e sempre vai procurar se aconchegar no seu colo em busca de um carinho.

8. Mastim tibetano

O mastim tibetano, ou tibetan mastiff, ou Do-Khyi (nome original em chinês, que significa “cão amarrado”) é uma das raças mais raras do mundo e difícil de ser encontrada fora da China, seu país de origem.

Seu porte elegante e pelagem abundante, além do seu tamanho gigante, fazem com que o mastim tibetano seja uma das raças mais imponentes de todas. Mas não se engane com sua aparência amedrontadora: o mastim tibetano é doce e calmo quando se sente protegido, e costuma ser extremamente protetor com sua família.

9. Shih Tzu

O olhar dócil, o focinho achatado e o longo pelo sedoso, típicos do shih tzu, são irresistíveis e conquistam fãs há séculos! Brincalhão e companheiro, esse cachorro não precisa de muito espaço para se exercitar e, por isso, vive muito bem em pequenas residências, como apartamentos, mas também se adapta em uma casa grande.

10. Cão-de-taiwan

O Cão-de-taiwan é um dos mais raros da lista. Em um ponto, esta raça de cachorro chinês estava em vias de extinção devido à falta de esforços de conservação combinados com a cultura de comer cães trazida pelo Partido Nacionalista Chinês em 1945.

Hoje, os cães de raça pura são raros e estão limitados principalmente a Taiwan para esforços de conservação, mas há uma abundância de combinações encontradas em todos os lares americanos graças aos esquemas de resgate.

11. Xiasi Quan

Estes cães de caça da província de Guizhou, no sul da China, é outra raça chinesaa que está em perigo de extinção e hoje existem menos de algumas centenas restantes na área. Os cães Xiasi Quan eram uma raça muito respeitada, principalmente usada como cães de caça e proteção. Além disso, eram considerados amuletos de boa sorte, que trariam riqueza e prosperidade para as casas de seus proprietários.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.