Mesmo sem enxergar, cachorro faz companhia e protege cavalo com pata machucada (vídeo)

Por
em Notícias

O amor pelos animais faz com que, há mais de 10 anos, Fernando Machado desempenhe um papel importante no resgate e acolhimento de animais vítimas de maus-tratos.

De forma voluntária e independente, Fernando fundou o Recanto dos Animais Lar, localizado em Teresina, Piauí, onde abriga centenas de animais, com cerca de 127 cães e 29 gatos resgatados das ruas com marcas de maus-tratos.

No recanto, Fernando presencia a recuperação e o desenvolvimento dos animais, e também a linda amizade construída entre o cavalo Duque e o cachorro Jimmy, que possui deficiência visual.

De maneira inexplicável, os dois se aproximaram e criaram um vínculo de proteção admirável. Mesmo sem ver, Jimmy está sempre ao lado do seu amigo Duque, garantindo a sua segurança, além de desfrutar da sua companhia, é claro.

“O cão não é muito amigável, mas ele fez uma amizade muito grande com o cavalo, inclusive fica pastorando o cavalo para ninguém encostar. Às vezes, até rosna com a gente pra não chegar perto”, disse Fernando ao portal CidadeVerde.com.

Os amigos possuem algumas coisas em comum. Além de terem sido resgatados de maus-tratos, ambos possuem uma deficiência na pata dianteira esquerda. Jimmy, que foi resgatado há dois meses, precisa de uma cirurgia para amputar a pata e, para isso, Fernando criou uma vaquinha online para arrecadar recursos e financiar a cirurgia. Já Duque, o cavalo, chegou há pouco tempo no recanto e tem um caso menos grave.

“Ele [Duque] está com a pata imobilizada e estamos cuidando para ver se calcifica. Geralmente, o animal de grande porte é sacrificado quando quebra uma perna porque não vai ter mais serventia em relação à montagem, corrida. Mas no recanto a vida dele será comer e dormir, se a perninha calcificar, ele consegue viver bem”, explica Fernando.

O nobre projeto em ajudar os animais iniciou com a venda de dois carros e uma moto para a compra do terreno e início do recanto.

“Negociei um carro e uma moto para conseguir adquirir esse terreno e construir o recanto. 90% do que fizemos até agora foi com doações. Ainda falta muito a fazer, mas estamos indo aos poucos. Agradecemos toda a ajuda e quem puder ajudar pode fazer isso como puder: dinheiro, material de limpeza, ração, divulgando o nosso trabalho ou mesmo vindo ao abrigo. Da forma como a pessoa puder e se sentir à vontade”, destaca o voluntário.

Se você quiser contribuir com o projeto ou com a cirurgia que financiará a cirurgia do cão Jimmy, pode acessar o link da vaquinha, clicando aqui.

Confira o vídeo dos dois:

Amizade interespécies

De acordo com os cientistas, os animais têm maior probabilidade de formar laços entre espécies quando são muito jovens, porque todos nós estamos um pouco mais abertos a coisas incomuns quando somos jovens. No entanto, não se trata apenas da idade. Outros fatores influenciam como os cães e outros animais escolhem seu melhor amigo. Marc Bekoff, professor emérito de ecologia e biologia evolutiva da Universidade do Colorado, explicou:

"Acho que as escolhas que os animais fazem nas relações entre espécies são as mesmas que fariam nas relações da mesma espécie. Alguns cães não gostam de outros cães. Os animais são muito seletivos em relação aos outros indivíduos que deixam entrar em suas vidas."

E uma vez que selecionaram seu melhor meu amigo, nem mesmo os oceanos podem separá-los.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com