Cachorro uiva em comemoração à vitória do seu time, o Ceará (vídeo)

Por
em Notícias

Filho de peixe, peixinho é. E nesse caso, cachorro de torcedor do Ceará, alvinegro é. Se o cachorro Toby teve outra opção de escolha de time de futebol, eu não sei, mas ele seguiu os passos do pai, Caique Campelo, e provou isso ao comemorar entusiasmadamente a vitória do seu time contra o Flamengo no último dia 10.

O dono filmou o momento em que comemorava um gol do seu time e foi imitado pelo Toby que só faltou dizer ‘gol’, mas que comemorou muito bem com um potente e musical uivo. Uma graça!De acordo com o portal de notícias Diário do Nordeste, Caique disse que Toby acompanhou todos os jogos do clube ao longo da temporada e a partir daí virou 'torcedor assíduo' do Ceará. Claro, com uma leve influência do dono, né?

Toby, juntamente com a esposa e filhos de Caique, vive em Fortaleza, capital do Ceará, e está há dois anos com a família.

“O Toby foi escolhido pra fazer parte da família pelas cores alvinegras. Aqui é o animação da família e agora que decidiu seguir o nosso time ficou mais famoso”, brincou Carlos.

Além de ser um torcedor assíduo, Carlos afirma que o Toby tem um sonho que inclui o time cearense.

“O sonho do Toby é um dia bater uma foto com o time do Ceará”, afirmou Caique.

E aí, Ceará? Que tal realizar o sonho desse torcedor fiel?

Veja o vídeo:

Os cães refletem a personalidade do seu dono?

Pesquisadores na Áustria afirmam que os cães podem refletir a ansiedade e a negatividade dos donos. No estudo, mais de 100 cães e seus donos foram submetidos a vários testes, incluindo medição da frequência cardíaca e sua resposta à ameaça.

Amostras de saliva também foram coletadas para medir os níveis de cortisol, um marcador de estresse. Os proprietários foram avaliados quanto às cinco grandes marcas da personalidade: neuroticismo, extroversão, abertura à experiência, afabilidade e consciência. A personalidade dos cães também foi avaliada.

A Dra. Iris Schoberl, da Universidade de Viena, disse que tanto os donos quanto os cães influenciam os mecanismos de enfrentamento uns dos outros, com o parceiro humano sendo mais influente do que o cachorro.

"Nossos resultados se encaixam perfeitamente na experiência prática: donos e cães são díades sociais [um grupo de dois] e influenciam o enfrentamento do estresse uns dos outros".

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com