Cachorrinho caramelo atropelado e deixado sozinho é socorrido por protetora

Por
em Notícias

Um caso de crueldade foi registrado no início do mês de janeiro em Araucária, Paraná, envolvendo um cão que vivia na rua e ficou gravemente ferido depois de ter sido atropelado por um carro que fugiu sem prestar socorro.

O caso do cachorrinho caramelo era grave e ele estava com algumas fraturas, mas apesar da dor e de todos os ferimentos, ele ainda ficou abandonado por dois dias na rua, sem a ajuda de ninguém.

Quando soube do caso, uma protetora independente imediatamente foi até o local para socorrê-lo. Depois de resgatá-lo, a mulher a levou para uma clínica veterinária, onde ele passou por uma cirurgia. O cachorro não corre risco de vida, mas segue internado até que o tratamento seja concluído.

“Quando fiquei sabendo da situação daquele cãozinho abandonado na rua, sofrendo de dor, com várias fraturas pelo corpo, após ter sido cruelmente atropelado, o resgatei e agora ele está internado na clínica de uma amiga, em Curitiba”, disse a protetora.

Segundo o portal de notícias O Popular Paraná, os custos com a internação, no entanto, ultrapassaram o que a mulher pode pagar sozinha, por isso, ela conta com a colaboração da comunidade para ajudar nas despesas.

“O problema é que os gastos com internação, medicação, raio X e demais procedimentos, já estão acima do que posso bancar, por isso, estou contando com a ajuda das pessoas”, afirma.

Há indignação, ainda, com o causador do acidente que fugiu sem prestar socorro para o pobre cachorro.

“É desumano o que certas pessoas fazem com os animais, infringem a lei, mesmo sabendo que atropelar e abandonar é um crime, sujeito a multa e prisão. Infelizmente, se a pessoa não se conscientiza por amor, que seja pela justiça, pagando pelo crime que cometeu”, lamentou.

O cão, que tem porte médio, segue internado e deverá ser encaminhado para adoção assim que se recuperar completamente. Além disso, está sendo feita uma campanha que conta com a participação da comunidade para a escolha do seu nome que deverá ser escolhido através de um sorteio.

Quem quiser contribuir com o caso do cão caramelo pode fazer doações por meio da conta do banco

  • Itaú
  • Agência 9713
  • conta corrente 214477, em nome de Terezinha Staine Vieira
  • PIX: 41988176805.

Para mais informações sobre o caso e o estado do cão, pode entrar em contato pelo telefone (41) 98817-6805, falar com Viviane.

Omissão de socorro a cães e gatos

Quem atropelar cães e gatos pode ser obrigado a prestar socorro imediato ao animal atingido. É o que propõe projeto do senador Jorge Kajuru. O projeto de lei 4.786/20 altera o CTB - Código de Trânsito Brasileiro, com objetivo de responsabilizar o condutor do veículo que causar o acidente com animal.Atualmente não existe norma que puna o atropelamento de cães e gatos. Com a proposta, a pena para o responsável será de detenção de seis meses a dois anos e suspensão ou proibição para dirigir veículo automotor.

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com