Gata é abandonada apenas por ter olhos de cores diferentes e alguns dedinhos extras

Por
em Gatos

Nem todos sabem apreciar a beleza de uma raridade. Essa gata nasceu com cada olho de uma cor e alguns “dedos” extras nas patas, e por esses motivos ela foi cruelmente abandonada nas ruas de Nova York.

Nomeada Sansa - em homenagem à personagem Sansa Stark de Game of Thrones - a bola de pelos brancos foi encontrada por uma equipe de resgate animal no início do ano, os quais criaram uma campanha para conseguir um lar para esse doce animal.

"Muitas pessoas expressaram o quanto amam a singularidade de Sansa, com seus olhos de cores diferentes e seus dedos extras" - disse Karen, a nova mãe de Sansa, segundo o Daily Mail.

Karen, de 33 anos - que trabalha com uma consultoria de saúde ajudando pacientes com problemas médicos graves, como câncer - comenta que não adotou Sansa por causa de suas características especiais, mas queria salvá-la de ser trancada em uma gaiola de gato. Karen e seu marido conheceram Sansa em um evento de adoção de felinos realizado pelo centro de resgate na cidade de Nova York.

Karen disse:

“Senti uma ligação imediata com ela porque sofro de ansiedade e sabia que queria que ela fizesse parte da nossa família, antes mesmo de a ver. Imagine minha surpresa quando percebi que tinha olhos de cores diferentes e dedos extras.”

A mulher levou Sansa para casa e devido a felina ser muito medrosa, demorou bastante para ela ganhar confiança. Ela era muito tímida, sempre assustada e se escondia atrás da televisão toda vez que a porta era aberta. Só saía quando queria comer.

Mais tarde, descobriu-se que Sansa também sofria de hiperestesia felina, uma doença rara que afeta gatos nervosos ou muito estressados.

“Logo depois de chegarmos em casa, percebemos que Sansa exibia comportamentos estranhos em que suas costas rolavam incontrolavelmente, seguido de ataques à cauda várias vezes ao dia. Ele parecia sentir dor toda vez que rolava de costas."
“Gravamos esses episódios para mostrar ao veterinário e, depois de alguns testes, eles finalmente diagnosticaram a doença”, completou.

Sansa recebeu medicamentos diferentes, mas nenhum parecia ser eficaz, até que usaram um tipo de óleo para animais de estimação, o que ajudou a conter esses episódios. Agora a felina vive uma vida mais calma. Ela reivindicou o apartamento como seu e é a nova rainha da casa.

A peluda é travessa, então Karen decidiu abrir uma conta no Instagram para documentar as travessuras de uma gata ansiosa e geneticamente diferente. E foi um sucesso!

“O que a torna especial faz ficar um pouco mais fácil chamar a atenção das pessoas, aumentar a conscientização e defender a adoção de gatos com necessidades especiais” - afirmou a mamãe.

Por enquanto, a linda gatinha continuará curtindo sua nova vida ao lado de sua amada família e mostrando suas belas diferenças para seus seguidores no Instagram.

Gatos polidáctilos (com dedos extras)

Os gatos geralmente têm 18 dedos com cinco dedos em cada pata dianteira e quatro dedos em cada pata traseira. Os gatos polidáctilos podem ter qualquer número de dedos adicionais em qualquer pata, mas são mais comumente vistos nas patas dianteiras. O recorde atual de gatos com mais dedos é de até 28 dedos, mas a maioria dos gatos polidáctilos tem apenas um ou dois dedos adicionais em um pé. Os gatos polidáctilos não são uma raça específica e qualquer raça de gato pode nascer com dedos a mais, podendo ser uma característica física ou genética.

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.