Cadela pastor alemão salva a vida do dono que estava tendo um derrame

Por
em Notícias

Adotar é um ato de amor, mas em alguns casos, pode significar salvar a sua vida, como aconteceu com Brian Myers, 59, de Nova Jersey, Estados Unidos. Em setembro de 2020, Brian adotou a cadela Sadie, 6, da raça pastor alemão, que estava no abrigo porque o antigo dono se mudou e o lugar não aceitava cães do porte da pastora. O que ele não imaginava era que a cadelinha salvaria a sua vida enquanto sofreria um derrame.

Segundo o portal de notícias People, sem instrução alguma, agindo por conta própria, quando Sadie viu o seu dono precisando de ajuda ela o arrastou até outro cômodo da casa onde estava o seu telefone. Além disso, ela ficou lambendo o seu rosto, na tentativa de mantê-lo acordado.

Graças a ajuda de Sadie, Brian conseguiu pedir socorro e está vivo nesse momento. O caso foi compartilhado pelo abrigo Ramapo-Bergen Animal Refuge em Oakland, Nova Jersey, onde Sadie vivia antes de ser adotada por Brian. Felizmente Brian não corre risco de vida e está se recuperando no hospital, enquanto Sadie está sob os cuidados da família do dono.

“Eles fazem o FaceTime [vídeochamada] todas as noites e estão contando os dias até poderem se reunir!”, afirmou o abrigo.

Inicialmente Brian pode até ter pensado que estava salvando a vida de Sadie, mas a verdade, já sabemos qual é. Sadie agiu como um verdadeiro anjo da guarda e Brian não poderia ter feito escolha melhor ao adotá-la, não é mesmo?

Olfato canino

Os cães são animais excepcionais, muito intuitivos, eles usam o olfato para percepção do mundo. Quando uma pessoa está doente, a química de seu corpo muda, e o focinho sensível de um cachorro pode ser capaz de detectar essas mudanças sutis, avisando que estamos doentes.

Muitas vezes com 90% ou mais de precisão, o nariz treinado de um cão pode cheirar o câncer de pulmão no hálito de alguém, identificar a localização de um tumor mamário, ou detectar câncer de bexiga ou próstata pela urina da pessoa. O nariz do cachorro pode nos alertar sobre alterações de açúcar no sangue e presença de cetonas em diabéticos, ou nos avisar quando alguém com epilepsia está prestes a ter uma convulsão.

O olfato dos cães é 10.000 vezes melhor do que o dos humanos, e acredita-se que até um terço de seu cérebro seja dedicado às células olfativas.

Confira abaixo o vídeo 'Os cães DETECTAM DOENÇAS?', do canal Dogueiros que reúne conteúdos e curiosidades pets.

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com