Pit bull abandonada por família ganha vida que sempre mereceu ao lado de bombeiros

Por
em Cães

Uma cadela da raça pit bull abandonada por sua família encontrou a felicidade ao lado do corpo de bombeiros de Nova York.

Em janeiro de 2017, Erica Mahnken, co-fundadora do abrigo No More Pain Rescue, e seu noivo Michael Favor, receberam a denúncia de uma pit bull que estava em péssimas condições vivendo abandona em uma casa. Sem demora, o casal foi ao resgate da canina. E encontraram no corpo de bombeiros de Nova York (EUA), um lar feliz para a cachorrinha.

De desprezada a afeiçoada. Foi exatamente o que aconteceu com a pit bull Ashley, que por um bom tempo viveu ao lado de pessoas que a maltratavam.

O casal invadiu uma casa abandonada e passou a viver ali com a cachorrinha, sem aquecimento ou eletricidade. Até que em um dia de tempestade de neve, a dupla foi embora deixando a canina para trás.

"Acho que eles foram procurar um lugar quente para ficar e deixaram o cachorro para trás", disse Mahnken ao The Dodo. "Então, assim que recebemos o telefonema, corremos para buscá-la".

A cachorrinha foi encontrada sem água e comida, muito magra e cheia de marcas de cigarro pelo corpo. Logo, os voluntários a resgataram e levaram-na ao médico veterinário.

"Tudo o que você viu foram suas costelas - ela era tão magra. E o veterinário disse mais tarde que ela estava 11 quilos abaixo do peso."

O brigo não tem uma sede fixa, então, o casal precisava encontrar logo um lar para a pit bull. E como tinham amigos no corpo de bombeiros, perguntaram se eles poderiam acomodar a cachorrinha até que encontrassem um lar definitivo. E assim se fez.

"Assim que ela entrou no quartel, seu rabo estava balançando, e ela estava lambendo e cumprimentando a todos", disse Mahnken. "Ela estava super feliz. De onde ela veio, você não esperaria isso. Você poderia pensar que ela seria um pouco nervosa, mas ela não estava de todo."

A cachorrinha encantou a todos do batalhão, e dias depois o comandante ligou para Erica pedindo para ficar com a cadelinha.

"Eles disseram: 'Vamos adotá-la. Nós a amamos muito. Ela está em casa aqui'", disse Mahnken. "Então, eu fiquei emocionada. E assim que eu a levei até lá, eu soube que era onde ela pertencia."

A pit bull encontrou o seu verdadeiro lar. A pequena acompanha os bombeiros em pequenas tarefas, anda de caminhão, brinca e se diverte. A vida que sempre mereceu!

"Estou tão feliz por tê-la colocado em um lar que mostrará a ela nada além de amor, e não a tornará o pit bull que as pessoas amam odiar tão rapidamente", disse Mahnken. "Foi uma sensação incrível saber que era lá que ela pertencia."

Quatro anos se passaram e o batalhão permanece com mesmo amor pela cachorrinha. E compartilham o seu dia a dia em uma conta no Instagram que você pode conferir clicando aqui.

Ajudar é um ato de amor. Se você tem condições dê a oportunidade a um indefeso, tudo que eles querem é se sentir acolhidos por alguém.

Vídeo: Filhotes brigam mas mãe cadela sabe como pará-los

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo