Touro se torna grande amigo de mulher que o salvou do pior destino; vídeo

A amizade entre os dois surgiu após Heidi resgatar Thor quando ainda era um filhote

Por
em Mundo Animal

É muito comum termos como grandes companheiros gatos ou cachorros, mas nesse aspecto a moradora da Escócia, Heidi Ross, é diferente.

Ela decidiu ser a melhor amiga de um grande touro, depois de resgatá-lo quando ainda era um filhote.

A jovem encontrou o bezerrinho em uma pilha de esterco, fragilizado e quase incapaz de respirar. Sabia que precisava ajudá-lo, então não mediu esforços para tirar ele de lá e lhe dar um banho o mais rápido possível, já que o esterco havia grudado em seu corpo.

Na época, Heidi trabalhava em uma fazenda e precisou implorar ao gerente para que a deixasse comprar o bezerro, em vez de mandá-lo para o matadouro. O filhote recebeu o nome de Thor e, como havia nascido a cerca de um mês, tinha pouca força para ficar em pé ou andar sozinho.

A jovem observou que no início demorou para que Thor tivesse confiança nela, mas agora os dois esbanjam um vínculo de amizade admirável. Em entrevista ao Metro, ela contou que toda vez que o acaricia, Thor se deita e rola como um cachorro para fazer cócegas na barriga.

Mesmo que ele nunca a tenha machucado, Heidi precisa tomar cuidado por conta do seu tamanho e força. Thor não é agressivo, no entanto, pequenos afetos de carinho podem se tornar doloridos.

“Quando recebo um golpe involuntário na cabeça, pode doer muito”, lembrou ela.
“Cuidar dele foi uma grande decisão para mim, nunca passei muito tempo com animais de grande porte, a maior coisa que já tive foi uma cobaia, então conhecer Thor foi uma grande experiência”, comentou a dona.

Ao final da entrevista, Heidi disse que se alguém tivesse perguntado ou dito há três anos que ela cuidaria de um touro gigante, não teria acreditado.

O amor realmente é improvável! E você, o que acha da ideia de ter um touro como animal de estimação?

Assista também:

7 cachorros que provaram MANJAR da MALANDRAGEM

Uma jornalista quase formada de 21 anos, completamente apaixonada por futebol e animais. É daquelas pessoas que não podem ver um cachorro ou gato na rua que já quer fazer carinho... Do tipo curiosa, gosta de contar boas histórias e aquecer o coração de seus leitores. Um pouco indecisa para os títulos das matérias, confesso, mas dedicada ao ponto de procurar sempre escolher as melhores palavras. Prazer, sou Letícia Michele Schneider, atualmente moradora de Passo Fundo (RS), tenho o sonho de deixar o mundo um pouquinho melhor e quem sabe um dia estar à beira do gramado entrevistando os jogadores da dupla Grenal.

Últimas notícias