Em Goiás, menino com autismo começa a falar após terapia com cães

Na região sul de Goiás, em Morrinhos, existe o Bicho Terapeutas, um grupo de cães e profissionais da saúde que realizam terapias em pacientes, como sessões de fonoaudiologia, fisioterapia, terapia ocupacional e psicologia realizadas na rede pública.

Um destes pacientes, é o Raylon Lomeu, uma criança de 8 anos, que começou a falar após participar do projeto. Sua família está maravilhada com o progresso da criança com a ajuda dos cães terapeutas.

“Eu me sinto confiante que ele vai melhorar sempre. Cada dia uma coisa que ele faz é uma conquista para nós. Espero que seja independente, consiga se defender”, disse o pai do menino.
“Com a presença do cão, a gente consegue que ele se comunique, fale com a gente, dê respostas, faça perguntas, coisas que não fazia. A criança fica mais espontânea, à vontade. Foi um resultado incrível”, afirma a fonoaudióloga Meiriely Duarte Silveira.

O projeto foi criado em 2014 e, desde então, 30 pessoas já foram atendidas pelos bichos.

Outro paciente que também se beneficia das sessões é o Arnaldo Vieira Ramos, de 75 anos. Ele sofreu um AVC em 2011 e perdeu os movimentos dos seus membros do lado esquerdo do corpo. Para recuperar a força de seus músculos, ao invés dele levantar pesos, ele levanta o canino Nino, o que é muito mais divertido.Que essa iniciativa seja inspirada por muito mais clínicas mundo a fora!

*Com informações: G1

Comentários