Cadela cega e surda sempre consegue sentir quando seu pai está chegando em casa (veja o vídeo)

Uma cachorrinha que nasceu cega e surda aguçou seus outros sentidos para se adaptar à realidade ao seu redor.

Opal nasceu em fevereiro deste ano e com 8 meses de idade foi adotada pelo casal Christina e Brad Bray em um abrigo de cães no estado de Idaho (EUA).

A entidade estava realocando os cachorros com algum tipo de deficiência física para um local mais confortável quando recebeu a visita de Christina. Foi amor à primeira vista!

A cachorrinha provavelmente foi abandonada nas ruas quando seu dono percebeu que ela era cega e surda. O que para ele foi considerado ‘um defeito’, para Christina e seu marido, é apenas mais uma característica que torna sua pet ainda mais fofa e simpática.

O casal de Idaho admite que a adoção de Opal trouxe novos desafios, mas seu espírito amoroso e complacente ‘faz tudo valer a pena’.

Na semana passada, Christina compartilhou no seu perfil do Instagram mostrando o tamanho do amor de Opal pelo seu dono. Embora sem visão e audição, a cachorrinha consegue sentir a presença de seu pai sempre que ele chega em casa, após o trabalho, naquilo que se tornou o melhor momento do dia para ela.

Todos os dias, lá está a pequena, cheia de alegria, esperando seu pai chegar:

“Ela espera no jardim da frente… fica farejando, até sentir o cheiro dele ou do carro”, escreveu Christina. “Não sei como ela consegue perceber a diferença, porque os carros dos vizinhos param e ela não liga pra eles. Mas quando ele chega, Opal o cheira, o pressente e enlouquece. É muito fofo!”

Olha só que fofo esses dois juntos!

Fonte: The Dodo

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários