Em Natal (RN), mulher salva cadela abandonada com ferida grave na região dos olhos e pede ajuda para tratamento

Não se sabe o que causou o ferimento no animal, mas ela não teria sobrevivido se não tivesse sido resgatada.

Hoje, a cadela Vivi tem nome, saúde e uma nova expectativa de vida. Ela foi encontrada abandonada em uma construção em Natal (RN), com uma ferida exposta na região dos olhos, com muitas larvas que, como conta a responsável pelo resgate, "estavam comendo ela viva".

Em entrevista para o Amo Meu Pet, Sheila Tavares conta que localizou o animal quando estava passeando com os seus cachorros e, ao ver a cena, não pensou duas vezes antes de socorrer a peludinha, mesmo achando que as condições dela sobreviver não fossem as melhores.

"Pelo estado em que ela se encontrava, acreditamos que não sobreviveria e decidimos levar para eutanásia, com o intuito de aliviar o seu sofrimento."

Foto: Scheila Tavares
Foto: Scheila Tavares
Foto: Scheila Tavares
Foto: Scheila Tavares

Com certeza, naquelas condições, em menos de dois dias ela morreria, inclusive porque não estava se alimentando nem bebendo água, conta Scheila.

Foto: Scheila Tavares
Foto: Scheila Tavares
Foto: Scheila Tavares
Foto: Scheila Tavares

Mas para a sua surpresa, ao chegarem ao veterinário, o diagnóstico trouxe esperança para a cadela novamente. "Para a nossa surpresa e alegria, o veterinário disse que ela teria condições de sobreviver e sobreviveu!!", relembra. O veterinário não soube identificar a causa do ferimento.

Foto: Scheila Tavares
Foto: Scheila Tavares

O resgate aconteceu dia 6 de fevereiro e desde a internação, o caso da Vivi progrediu consideravelmente, mas a visão ficou completamente comprometida e ela acabou ficando cega.

Após se recuperar integralmente, Vivi será encaminhada para adoção. Mas Scheila se depara com uma outra questão: conseguir bancar os altos custos do tratamento. Para arrecadar o valor, Scheila criou uma vaquinha online para custear o pagamento, que até o momento só recebeu uma doação.

Quem desejar colaborar, basta acessar esse link e ajudar a salvar a vida da Vivi:

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/vamos-salvar-vivi

Vamos lá pessoal, toda ajuda é bem-vinda, inclusive para ajudar a adotá-la!

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo.
Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários