Shih-tzu amamenta filhote de gato perdido na floresta e ao ouvir barulho late por socorro

Ao ser encontrada por protetora, cadela chegou a fugir, evitando ser resgatada sem o seu filhote de coração.

Por
em Notícias

Se você pudesse descrever o que é o amor, como você o faria? Presumo que é uma pergunta complexa e difícil de ser resumida, mas essa história pode ser a representação perfeita dessa palavra pequena, mas que carrega tanto significado.

Segundo o site Daly Mail, Michelle Smith que é funcionária do controle animal do condado de Anderson, Carolina do Sul, se deparou com uma cena que tenho certeza, não se esquecerá jamais. Ela ouviu um pequeno cachorro ganindo do fundo de um dique íngreme e densamente arborizado.

Ela tentou pegar o cachorro em questão, uma Shih-tzu fêmea que escapou da mulher e correu em direção à floresta. Michelle a seguiu e viu a peluda entrar em um pequeno arbusto, ao se aproximar ela encontrou o motivo da cadela ter fugido e entrado na floresta: um gatinho recém-nascido.

Para uma surpresa ainda maior, Michelle percebeu que a cadela havia desenvolvido uma gravidez psicológica que foi capaz de gerar leite para amamentar o filhote. O instinto materno e protetor foi incrivelmente praticado nesse caso. A cadela soube ainda, que o seu leite não era o suficiente para o gatinho, por isso, saiu explorar nos arredores da floresta em busca de alimento.

Felizmente, Michelle não resgatou a cadela sozinha, se não, o que seria daquele pobre filhote? Depois de encontrados, eles foram levados ao abrigo e receberam todos os cuidados necessários. Não seria difícil eles encontrarem um lar permanente, mas havia um critério específico e óbvio, eles não poderiam ser separados nunca mais. A exigência foi atendida e a duplinha logo foi adotada por um casal que as nomeou de Goldie e Kate.

Se isso não é amor, o que mais poderia ser?

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Últimas histórias