Cão que passou a vida acorrentado por ser 'raivoso demais' recebe ajuda de homem gentil

Infelizmente, situações como esta se repetem todos os dias, a todo momento: um cachorro foi encontrado acorrentado a um muro, sem água ou comida há dias, debaixo de um sol escaldante em Phoenix, no Arizona (EUA).

Testemunhas afirmam que o animal passou a vida preso no mesmo lugar, saindo raríssimas vezes para tomar banho ou passear.

Sensibilizado pela situação de quase abandono e negligência do cachorro, um homem identificado como Jared, que o encontrou naquelas condições, se comprometeu a tirá-lo dali.

Foto: Rusty Diamond / Jared Piper
Foto: Rusty Diamond / Jared Piper

O rapaz passava todos os dias próximo ao quintal onde o cão ficava, e notava que, por trás dos latidos e da raiva dele, visando assustá-lo, havia um animal que só queria ser bem-tratado e amado por uma família de verdade.

Certo dia, Jared decidiu fazer algo diferente: sentou-se próximo da cerca do quintal e esperou para ver a reação do cão. Ele disse ao cão que tudo ficaria bem.

Foto: Rusty Diamond / Jared Piper
Foto: Rusty Diamond / Jared Piper

Em apenas alguns minutos, o cão foi em direção à ele e demonstrou ser surpreendentemente afável e carinhoso. O homem começou a visitar o cachorro todos os dias, até que ele não aguentou mais.

Um dia, enquanto acariciava o cão através da cerca, o proprietário veio para fora. Em um confronto impressionante, Jared insistiu que o cão precisava de cuidados médicos. O proprietário riu dele, e insistiu que o cão era agressivo e que por essa razão estava acorrentado. Mas será que isso era verdade?

Foto: Rusty Diamond / Jared Piper
Foto: Rusty Diamond / Jared Piper

Confira o desfecho dessa história assistindo ao vídeo abaixo:

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários