Motoboy realiza entregas acompanhado da sua cadela e distribui ração para cães de rua durante corridas

Este motoboy se destaca por alguns motivos, mas além de encantar os clientes com a presença da sua cadela, ele ajuda a matar a fome de dezenas de cães de rua.

É grande o número de animais vivendo pelas ruas do Brasil, mas assim como há casos problemáticos, também há pessoas de bom coração que se dispõem a ajudar a resolvê-los.

O motoboy Miguel Pereira de Souza Junior, 49 anos, vive e trabalha em São Paulo, mas embora exista centenas de motoboys no país, ele se destaca por um motivo muito especial: ele trabalha acompanhado da sua cadela Ruby.

Foto: Reprodução /  Balanço Geral
Foto: Reprodução / Balanço Geral

Resgatada há oito anos, em condições deploráveis, ela foi tratada com o maior carinho e cuidado pelo dono e ela não só foi curada das doenças que possuía, como um câncer, como passou a acompanhar o dono nas tele-entregas.

Devidamente equipada com capacete e uma sacola personalizada como a do Miguel, ela adora andar de moto e acompanha diariamente o dono no trabalho. Ruby parece realizada por poder passar o dia todo com o dono, enquanto os clientes ficam encantados com a presença dela no serviço de tele-entrega.

Foto: Reprodução /  Balanço Geral
Foto: Reprodução / Balanço Geral

Embora a presença de Ruby seja o suficiente para tornar essa história especial, a dupla se destaca ainda, por outros motivos. Durante uma entrega e outra, quando vê um cachorro de rua, Miguel para entregar saquinhos de ração para eles.

Foto: Reprodução /  Balanço Geral
Foto: Reprodução / Balanço Geral

Inicialmente, ele conta que possuía cerca de sete saquinhos, mas, hoje, o número cresceu para setenta porções de ração, todas entregues aos cães de rua. Ruby, que vivia na mesma situação deles, participa entusiasmada das ações. Que gesto maravilhoso!

Confira abaixo essa linda história:

Ruby só falta falar, porque é uma assistente muito competente! Quem não adoraria receber uma entrega através dessas patinhas peludas e fofinhas? Eu ficaria apaixonada!

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários