Em vídeo comovente, cão assustado surpreende socorrista e deita a cabeça em seus braços

em Notícias

Como se o conhecesse há tempos, o cão que havia resistido bravamente o resgate, se derreteu em troca de carinho.

Quando socorristas entram em contato com animais de rua, eles não fazem ideia pelo que esses pobres bichinhos tenham passado. Eles apresentam as mais diversas reações, brincam, demonstram medo, impulso, agressividade, alegria, o que geralmente, diz muito sobre o seu passado.

Quanto mais medo os cães resgatados sentem, maior é a probabilidade que eles tenham sido maltratados e sofrido muito. Felizmente, graças ao empenho dos voluntários, eles conseguem se sentir amados e ter uma nova chance de ser feliz.

Em junho deste ano, esse cãozinho chamado McKenzie foi resgatado por Eldad, voluntário do abrigo Hope For Paws, de Los Angeles, Califórnia. Mesmo sendo de porte pequeno, foi muito difícil para Eldad conseguir se aproximar do cão, ele estava com tanto medo que chegou a se espremer no canto de uma parede, na tentativa de ficar o mais longe possível daquele homem. Coitadinho!

Foi necessária muita paciência por parte de Eldad, mas como ele está acostumado a realizar resgates, essa é uma habilidade que ele domina e depois de algum tempo, ele finalmente conseguiu colocar um suporte de resgate em McKenzie.

Mesmo sabendo que o resgate só proporcionaria coisas boas ao cão e tendo esperança que com o passar do tempo ele se adaptaria, o homem não esperava que ele teria a reação mais doce e singela de todas: deitar suavemente a sua cabecinha nos braços do socorrista.

Era tudo o que ele queria, um colo, um pouco de afeto, calor humano. Coisas, que provavelmente ele nunca tenha sentido em sua vida, mas felizmente esse quadro mudou e agora que foi resgatado, não demorará para que ele ganhe um lar amoroso, que é o mínimo que ele merece!

Veja o vídeo emocionante:

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com