Idoso de 76 anos vende sucata para alimentar gatinhos de rua há 22 anos

Por
em Notícias

Infelizmente, a grande maioria das pessoas costuma ‘lavar as mãos’ ao verem animais em situação de rua, por acreditarem que tal situação foge à sua responsabilidade.

Entretanto, um idoso de 76 anos de Hartford, nos EUA, abraçou a causa para si e tem ajudado gatos abandonados e em situação de vulnerabilidade.

Willie Ortiz se voluntaria há mais de duas décadas alimentando e cuidando de felinos da sua cidade. Hoje, já aposentado do trabalho, ele passa boa parte do dia na rua, oferecendo ajuda a quem precisa. Willie atua sozinho.

“É um trabalho difícil, mas me faz muito feliz”, disse o idoso para o Hartford Courant.

Com o dinheiro de sua aposentadoria e com a venda de sucata que encontra em suas andanças pela cidade, o voluntário adquire sacos e mais sacos de ração, alimentando centenas de animais toda semana.

Seu trabalho sensibiliza os vizinhos, que costumam doar suprimentos e até quantias em dinheiro para que Willie consiga obter atendimento veterinário aos gatinhos.

O idoso decidiu atuar no voluntariado de animais após testemunhar um gatinho faminto sendo ignorado enquanto implorava por comida.

“As pessoas estavam se afastando e percebi que o filhote precisava de ajuda”, lembra Willie. "Sei que esses gatos não entendem o que falo, mas preciso fazer algo."

Recentemente, uma campanha de financiamento coletivo (vaquinha virtual) foi criada na internet por amigos e admiradores de Willie de modo a ajudá-lo no seu trabalho voluntário diário.

A campanha foi um sucesso: levantou-se mais de US$ 295 mil (mais de R$ 1,5 milhão) em doações para o aposentado.

“Atualmente ele alimenta 16 colônias de gatos de rua e selvagens, um total de 68 gatos, todas as noites, 365 dias por ano e nunca faltou uma noite em 22 anos. Ele garante que eles obtenham o que precisam para ter uma vida tão boa quanto possível”, escreveu um porta-voz da vaquinha.

Em resposta à campanha organizada para ele, Willie disse o seguinte:

“As pessoas me perguntam por que eu os alimento todos os dias ou me dizem que os alimento demais. Em resposta, eu disse: ‘Você come todos os dias, não? Você tem três refeições; eles comem uma vez a cada 24 horas’. É o mínimo que eu posso fazer”.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.