Adolescente percorreu mais de 3 km a pé para buscar ajuda para o seu cachorro doente

Por
em Notícias

Um adolescente de 13 anos caminhou mais de três quilômetros a pé para salvar uma filhote de cachorra vulnerável.

O jovem se deslocou de Delft, uma das comunidades mais carentes da Cidade do Cabo, na África do Sul, para uma zona rural onde havia boatos de que uma cadela esquelética e doente estava à beira da morte.

A cachorrinha se recusava a comer há dias, estava com diarreia com sangue e mal conseguia ficar em pé. Consternado com a situação do animal, o adolescente entrou em contato com a ‘Tin Can Town’, uma ONG de bem-estar animal que auxilia cães e gatos em situação de rua.

“Ela estava muito magra e o menino nos disse que não tinha dinheiro suficiente para comprar comida para ela”, disse Stöckigt, voluntária que trabalha na organização de resgate ao The Dodo.
“Dissemos a ele que faríamos o nosso melhor para salvar a vida dela e encontrar um novo lar amoroso que pudesse cuidar dela. Agradecemos a ele por trazê-la para nós em busca de ajuda”, complementou.

Os voluntários batizaram a cadelinha de Nanuk e iniciaram seu processo de recuperação, que envolvia medicação diária com dieta alimentar balanceada.

Logo descobriu-se que ela tinha parvovírus, que pode ser letal se não for tratado. Nanuk precisava se alimentar bem para recuperar suas forças e derrotar o vírus.

Na primeira semana vivendo no abrigo, a cadelinha passou a receber visitas dos gatinhos que também moravam ali.

“[...] Eles fizeram muito bem pra ela. Todos nós tentamos prover à Nanuk amor e incentivo”, disse Stöckigt.

As equipes de resgate agora estão em busca de um lar amoroso para a filhote.

Benefícios de ter um pet na infância

A comunidade científica já comprovou por meio de inúmeros estudos ao longo dos útimos vinte anos que ter um pet em casa desde cedo é excelente para o desenvolvimento físico e emocional das crianças.

Entre os benefícios de ter um doguinho ou bichano em casa, podemos destacar: fortalecimento do sistema imune da criança, estímulos ao cérebro enquanto ela amadurece, desenvolvimento emocional e empático dos pequenos, cinoterapia (contato com os cães é terapêutico), controle do estresse, mais atividades físicas e, por fim, menos riscos de desenvolver obesidade e doenças relacionadas à ela.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.