Pais percebem sumiço da filha e a encontram dormindo no pátio com os cães

Que a criança passava o dia brincando com os cães, não era novidade, porém encontrá-la deitada no chão com eles foi uma adorável surpresa.

Por
em Notícias

O amor de uma criança pelos animais é uma das coisas mais puras que podemos observar.

E apesar da pouca idade - e tamanho - Annabell sabe disso muito bem, afinal, ela faz questão de expressar isso diariamente pelos seus cães chamados Zaya, Neném e Tataia.

“Eles sempre foram melhores amigos”, Lawria Melo, a mãe de Annabell, disse ao The Dodo. "Todas as manhãs ela beija cada uma. Ela as ama como se fossem suas irmãs!"

Os pais da pequena Annabell que vivem em Boa Vista, Roraima, sempre souberam do amor da filha pelos cães, mas recentemente, eles foram surpreendidos pela inocência da filha.

A mãe, Lawria Melo, estranhou o silêncio na casa e ao procurar pela filha, a encontrou deitada no pátio ao lado dos cães da família.

Para a pequena Annabell, estar com os seus cães é mais importante que tirar uma soneca em sua própria cama. Parceria é parceria, né?

"Eu ri muito", disse Melo. "Quando cheguei lá, ela estava coberta de areia da cabeça aos pés."

Para Annabell, pouco importa a sujeira, o importante mesmo é estar ao lado daqueles a quem ela ama.

“Ela ainda não sabe falar, mas acredito que para ela seja normal”, disse Melo. "Tentamos explicar a ela que ela não pode fazer certas coisas que os filhotes fazem."

Annabell não concorda, mesmo que isso às vezes signifique ter que se submeter a um banho extra. Difícil imaginar uma cena mais graciosa e pura que essa, e os pais não poderiam estar mais orgulhosos da sua filha.

"É incrível ver o carinho e o amor que ela tem por eles", concluiu a mãe. "Eles são uma parte da vida dela."

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com