Em vídeo comovente, tutora mostra seu carinho ao cuidar de cadela com megaesôfago

Por
em Notícias

Cachorra vira-lata diagnosticada com megaesôfago recebe todo o amor e apoio da sua família.

Em 2019, Gabi Oliveira e Tiago Campos resgataram e adotaram a vira-latinha Amora. E recentemente a pequena foi diagnosticada com megaesôfago, uma doença sem cura e desde então a família tem adaptado a rotina a favor do tratamento da canina.

Quando se há amor, as dificuldades se tornam fardos leves. E o casal Gabi e Tiago mostraram que tem amor de sobra pela sua peludinha ao resgatarem-na das ruas e agora - mais do que nunca - oferecendo-lhe carinho e atenção.

A pequena desde que foi adotada apresentava uma boa saúde. Sempre disposta, se divertia com seus donos e brincava com os seus três irmãos caninos. Contudo, de uns tempos para cá, passou a apresentar tosse e muito vômito. O casal acreditou ser uma gripe.

Ao levarem no médico veterinário, ela foi diagnosticada com megaesôfago - doença que impede tudo que o cão coma ou beba chegue ao estômago, ficando entalado, e como reação vomita, o impedindo de ficar nutrido.

"No início eu @gabioliveirai e @tiago_camposs ficamos bem tristes com tudo, achando que não daríamos conta", relatou Gabi no Instagram.

Apesar do susto momentâneo, o casal por nenhum momento pensou em desistir da Amora. Com paciência e amor, adaptaram a rotina a favor da pequena. E por sua vez a cachorrinha respeita os seus horários de alimentação.

"Hoje ela já sabe quais os horários de comer, fica no baldinho tranquila, após comer dá até um cochilo no baldinho (precisa esperar uns minutos até fazer a digestão)".

Muitos internautas questionaram o porquê de manter a cachorrinha dentro de um balde, se existem cadeiras próprias para o tratamento. E Gabi respondeu:

"A doença também ataca os músculos, e a Amora está fraca das pernas. Já estamos tratando a miastenia gravis, porém, precisamos evitar que ela se esforce. Na cadeira, teria que ficar pelo menos 20 minutos na posição em pé. No balde ela está sentada, há almofada nas laterais e uma embaixo pra ela sentar.

A jovem mostrou um pouco da rotina que vive com a Amora em um terno vídeo. O carinho é tamanho que a cena obteve mais de 390 mil visualizações e milhares de comentários elogiando a bela atitude.

"Emocionante esse carinho. Tenho certeza que ela sabe todo amor que vocês estão doando. Vida longa, Amora, você é muito linda!!!! Que Deus continue a abençoá-los", comentou uma.
"Que sorte a Amora tem de ter você, e sorte a sua tê-la também!", exclamou uma segunda.
"Que linda a sua paciência e sua dedicação, sei que não deve ser fácil no começo, mas parabéns pelo ser humano ótimo que você é", parabenizou uma terceira.

Confira:

A doença infelizmente não tem cura, mas tem tratamento e adaptações que facilitam o cotidiano e ajudam o cão a viver bem. E com certeza um dos tratamento é o amor e por sorte a Amora encontrou um lar que verdadeiramente lhe ama.

Veja também:

Olha a decoração do quarto deste CACHORRO ❤️

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo