Jovem que venceu a depressão com a ajuda do seu buldogue agora luta para mantê-lo vivo

O cão Peter Parker tem enfrentado uma longa e árdua batalha pela vida e, agora com câncer, a dona que não mede esforços tem feito horas extras para garantir que ele tenha acesso a todos os tratamentos necessários.

Se você é pai ou mãe de pet, e pode olhar para o lado e vê-lo saudável e sadio, tem um bom motivo para se alegrar. Agora, se você luta para manter seu filhote bem e vivo, se identificará com essa história. Recentemente, contamos a história do bulldog inglês Peter Parker, pet da Priscilla Vasconcelos, mulher que dedica a sua vida e grande parte do seu dinheiro para mantê-lo sadio.

Foto: Arquivo Pessoal / Priscilla Vasconcelos
Foto: Arquivo Pessoal / Priscilla Vasconcelos

Priscilla, que vive em Brasília e trabalha como auxiliar administrativo, conseguiu vencer a depressão depois que adotou Peter, o cão que com o seu amor mudou a vida da dona. Com o passar do tempo, no entanto, ele rompeu o ligamento cruzado na perna direita e precisaria passar por uma cirurgia urgente, cujo valor é de R$ 6 mil.

Foto: Arquivo Pessoal / Priscilla Vasconcelos
Foto: Arquivo Pessoal / Priscilla Vasconcelos

Para levantar recursos para a cirurgia, Priscilla passou a fazer hora extra e trabalhar em outras atividades nos horários livres, como babá e vendedora de utensílios de cozinha. Detalhe: enquanto fazia todos os esforços pelo seu cão, ela enfrentava outra batalha: um câncer na tireoide.

Sem baixar a guarda, Priscilla se manteve firme para cuidar do seu cão, retirou a tireoide, mas segue fazendo tratamento mensal, que segundo ela, durará um período de cinco anos. “Por incrível que pareça eu sofro mais com ele, do que comigo.” - disse.

Foto: Arquivo Pessoal / Priscilla Vasconcelos
Foto: Arquivo Pessoal / Priscilla Vasconcelos

Em março, Peter passou pela cirurgia para colocar a prótese e a recuperação que deveria ser satisfatória, se transformou em um pesadelo. O corpo de Peter apresentou reações negativas à prótese e descobriu-se que ele possuía sarcoma dos tecidos moles, um tumor maligno. Para o médico veterinário, a melhor opção para evitar que o tumor se espalhasse pelo corpo, seria amputar a perna, e foi o que aconteceu. Embora seja um procedimento delicado, Priscilla afirma que o comportamento de Peter melhorou significativamente após a cirurgia, pois não precisava mais ‘carregar o peso daquela perna machucada’.

Foto: Arquivo Pessoal / Priscilla Vasconcelos
Foto: Arquivo Pessoal / Priscilla Vasconcelos

Mais exames foram feitos e surgiu outra notícia preocupante: Peter está com um nódulo de mais de 2 cm no baço, e segundo a dona, o próximo passo é retirá-lo, pois o nódulo pode romper a qualquer momento. Em breve, Peter iniciará o tratamento com quimioterapia, mas antes terá que realizar a cirurgia que está orçada em R$ 3.300. Priscilla acumula uma despesa avaliada em R$ 15 mil com todos os procedimentos médicos já realizados pelo Peter, valor esse, que ela está pagando parcelado e, mesmo assim, não desiste de lutar pelo seu companheiro de vida.

Foto: Arquivo Pessoal / Priscilla Vasconcelos
Foto: Arquivo Pessoal / Priscilla Vasconcelos

“Ele é o amor da minha vida e dou o que é preciso para que ele tenha uma vida tranquila e sem dores”, declara.

Foto: Arquivo Pessoal / Priscilla Vasconcelos
Foto: Arquivo Pessoal / Priscilla Vasconcelos

Quem tem animais sabe como eles são importantes, por isso, toda e qualquer colaboração é bem-vinda para garantir que esse anjinho se trate, se recupere e continue trazendo alegria para a sua dona.

Quem quiser ajudar ou entrar em contato com a Priscilla, este é o seu número: (61) 99815-3357, e essa, a sua conta bancária:

Caixa Econômica

Agência: 0004

Conta: 17259-0

Conta poupança: 013

Cpf: 086.525.816-30

Priscilla Angelica de Vasconcelos.

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários