Ativista acolhe em sua casa 300 animais em situação de rua para protegê-los do Furacão Delta

Por
em Notícias

No início deste mês, o furacão Delta assustou a população do México e dos Estados Unidos, com ventos de até 150 km/h. Dezenas de cidades foram diretamente afetadas pela tempestade, que deixou milhares de desabrigados, incluindo animais de estimação.

Segundo o site Bored Panda, enquanto as autoridades reuniam forças e recursos para alojar famílias necessitadas, o ativista mexicano Ricardo Pimentel Cordero decidiu focar no resgate e abrigo de animais desalojados. Muitos, muitos animais desalojados!

Ricardo, que é fundador da ONG Tierra de Animales, em Cancún, na Península de Yucatán, já cuidava de mais de 300 animais sem-teto antes da chegada do furacão Delta e precisou se desdobrar para acolher ainda mais bichinhos após a passagem da tempestade.

Hoje, nem o próprio ativista sabe quantos animais abriga em sua casa.

Diariamente são quilos e mais quilos de comida disponibilizada via doações para dar conta de todos os cães, coelhos, galinhas e até cavalos acolhidos. Ricardo aceitou o desafio como uma missão... Afinal de contas, se ele não cuidar desses animais, quem cuidará? Os abrigos e canis públicos estão abarrotados de animais, e as ONGs têm encontrado dificuldade de ajudar tantos bichos ao mesmo tempo.

Em suma, o trabalho do mexicano é fundamental.

Conforme o rastro de destruição do furacão Delta for apagado e a infraestrutura da Península de Yucatán for reconstruída, grande parte dos animais será realocada em outros abrigos da região, ao passo que muitos cães também deverão encontrar um novo lar adotivo.

Nesse ponto, Ricardo é otimista: é apenas questão de tempo até toda a situação se normalizar.

Enquanto isso, centenas de pessoas têm doado mantimentos e dinheiro para o ativista manter os animais e consertar alguns cômodos de sua casa que foram danificados com a passagem do furacão.

Ricardo é um verdadeiro herói sem capa, para ele o mais importante era salvar a vida de tantos animais quanto pudesse, independentemente das consequências.

Saiba mais assistindo ao vídeo abaixo:

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.