Família encontra a solução mais fofa para ajudar seu cachorro com ansiedade

Por
em Cães

Myko é um adorável cachorrinho que foi adotado pela Elena e seu marido de um abrigo de animais localizado na Carolina do Sul, Estados Unidos.

Ter um pet em casa exige amor, energia e muita criatividade. E esse último, os pais de Myko estão sabendo explorar muito bem para ajudar o seu peludinho com a ansiedade.

O vira-latinha chegou na vida do casal através da adoção, vendo algumas fotos online do abrigo, bateram os olhos na foto de Myko e se apaixonaram por ele. Não demorou para recebê-lo em sua casa e principalmente em suas vidas.

“Quando vimos as fotos dele, foi amor à primeira vista... Seu rostinho na tela com aqueles enormes olhos castanhos falou instantaneamente para nós dois, e sabíamos que tínhamos que resgatá-lo", disse Elena ao The Dodo.

O peludinho é muito feliz, adora brincar e correr, porém tem muito medo, qualquer coisa que considere agressivo o assusta, desde do som do ventilador a cervos no quintal.

O queridinho quando fica em pânico começa a latir incansavelmente, nada consegue acalmá-lo. Até Elena ter a genial ideia de mantê-lo seguro dentro de uma fantasia de Halloween.

“Tínhamos comprado uma fantasia de Halloween do Bisonho para ele alguns meses atrás, então retiramos a parte com as orelhas caídas. Colocamos nele e ele instantaneamente ficou muito quieto e calmo”.

O casal estava pesquisando uma maneira de amenizar o medo do cãozinho, então descobriram que se mantivessem as orelhas com uma leve pressão poderia acalmar o alto estado de excitação de Myko.

A ideia de proteger suas orelhas deu muito certo. E a fantasia que seria usada uma vez por ano se tornou essencial no dia a dia do cachorrinho. Basta vê-la que Myko sabe que é hora de relaxar.

Confira:

As orelhas trouxeram conforto para o pequeno. E o pequeno trouxe alegria para o seu lar.

“As lições que aprendemos com ele sobre coragem, segundas chances e bondade são infinitas.”

Há várias fatores para que o cão desenvolva ansiedade, podendo ser: medo, traumas anteriores, falta de firmeza do tutor e entre ouros.

Se você percebe que seu cão anda agressivo, com alterações no apetite, agressividade ou lambedura excessiva nas patas, fique alerta são sintomas de ansiedade.

A ansiedade pode desencadear outros tipos de doença por isso crie uma rotina para o seu cão, ensine desde cedo a lidar com sua ausência, passeie diariamente, espalhe brinquedos pela casa para que possa se distrair e dedique um pouco do seu tempo para o pet.

Pequenas atitudes que influenciarão no comportamento do seu cão, e claro, sempre busque a ajuda de um especialista.

Vídeo: Cachorro pug sem pelos passa por transformação INCRÍVEL

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo