Fuzileiros navais encontram companhia em isolamento social: uma ninhada de cães

Por
em Cães

O fuzileiro naval Tommie Johnson e os outros membros de sua unidade da Marinha estavam a serviço dos Estados Unidos em Krtsanisi, Geórgia, na Europa Oriental. E no final do ano passado a equipe encontrou e resgatou uma ninhada de seis filhotes de cachorro.

As melhores coisas acontecem em um momento de tristeza, acredite. E foi o que aconteceu com Tommie e a sua unidade que receberam a notícia de que deveriam ficar mais alguns meses no alojamento, por conta da pandemia COVID-19.

Os fuzileiros ficaram desolados com o comunicado, pois não aguentavam mais ver as mesmas pessoas, fazer as mesmas coisas e se alojarem em um lugar apertado, que mal cabia uma pessoa.

Foi quando em uma noite chuvosa, o ânimo da equipe se reergueu. Os rapazes haviam encontrado uma ninhada com seis cachorros na beira da estrada, mas um deles estava ferido.

“Quando os filhotes chegaram, isso trouxe muita luz à situação em que estávamos”, disse Johnson ao Daily Paws.

A equipe, de bom bom coração, os regataram e os levaram até um médico veterinário, que constatou que estavam bem, mas a que estava machucada necessitava de atenção especial.

"A especulação era que ela foi atropelada por um carro. Ela tinha um quadril fraturado e uma perna quebrada que já estava em processo de cura".

Os homens se responsabilizaram em cuidar dos filhotes e Tommie se prontificou a cuidar da que estava machucada. Passou-se um mês, os cachorrinhos estavam mais fortalecidos e tinham nome, já a que estava ferida, mancava e ainda não tinha sido batizada. Foi quando o rapaz teve uma inspiração.

“Todos diziam que era uma bênção ela ainda estar viva, então, certa manhã, acordei e disse: 'Bem, se ela é uma bênção, vamos chamá-la assim.' E então Bless (bênção) é o nome dela".

Melhor nome para essa peludinha, não teria. Agora, todos tinham nome e seus respectivos donos. Que alegria!

Os cães trouxeram tanta felicidade, que a unidade tinha esquecido do retorno para casa. E como fariam para levar seu filhotes juntos? Já que é proibido levar animais no transporte oficial?

Os homens entraram em contato com o SPCA International, uma organização global de resgate de animais, cujo programa Operação Baghdad Pups: Worldwide auxilia militares americanos com companheiros de estimação com os quais eles formaram vínculos enquanto servem no exterior.

Depois de feita a logística dos animais, o encontro da Bless e do Tommie não poderia ter sido mais emocionante.

"Então, quando eu a coloquei na parte de trás da minha caminhonete e abri sua caixa, ela imediatamente pulou em mim."

Benção trouxe alegria para os dias sombrios de Tommie, assim como os outros filhotes para a unidade da Marinha.

O cão tem essa influência sobre os humanos, se você se encontra triste, pode ter certeza que a companhia canina te motivará a viver dias felizes. Se você tem o desejo de ter um companheiro, procure um abrigo e adote. Os peludinhos tem muito a oferecer!

Vídeo: Filhotes brigam mas mãe cadela sabe como pará-los

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo