Cão rottweiler cego abandonado em parque é adotado e nem lembra mais o quanto sofreu

Por
em Notícias

O início de vida difícil do rottweiler Oliver não impediu que ele fosse destinado a uma vida incrível e repleta de amor. Cego, o cão foi abandonado ainda filhote, com três meses, no parque Hyde Park em Londres, na Inglaterra.

Felizmente ele foi encontrado e resgatado por voluntários do centro de resgate animal Battersea. Embora a equipe não possa afirmar que ele tenha sido abandonado por conta da sua deficiência, eles acreditam que essa tenha sido a principal motivação do abandono do filhote.

“Nunca saberemos o verdadeiro motivo do abandono do jovem Oliver, mas pode ser porque ser cego tornaria mais difícil para um criador vendê-lo a novos proprietários”, explicou o gerente do centro de Battersea, Steve Craddock.

Diferentemente da pessoa que o colocou em uma situação de extrema vulnerabilidade, uma mulher chamada Suzanne decidiu adotar Oliver e dar a ele todo o cuidado e o amor que ele merece.

Segundo o portal de notícias Metro, o cãozinho cego, que foi apelidado de Oliver Twist, pôde passar o seu primeiro Natal com a sua nova família que tem dedicado o seu tempo e todos os cuidados necessários para que ele possa se deslocar em segurança pela casa.

Além dos seus papais, Oliver conta com o amor e ajuda da sua irmã canina Izzy, com quem tem construído uma ótima relação de companheirismo.

“Embora Oliver seja cego, ele é um menino tão confiante! Ele agora está totalmente resolvido, e com a ajuda de sua nova irmã mais velha, Izzy, não demorou muito para encontrar o caminho de volta em sua nova casa”, conta Suzzane.

Izzy tem desempenhado um importante papel em ajudar o pequeno Oliver a desenvolver melhor seus outros sentidos e, assim, viver uma vida mais próxima do comum possível.

Veja o vídeo:

“Ele está realmente ligado a Izzy, e os dois agora passam todo o tempo juntos. Eles adoram fazer caminhadas pelo campo juntos e depois se aconchegarem à noite. Eles são os melhores amigos!”, afirma Suzzane.

Embora o pequeno Oliver tenha sorte em ter sido resgatado e encontrado um lar tão rápido, a condição a qual ele foi submetido é preocupante e deve ser evitada, independente das circunstâncias.

“Sempre pedimos a qualquer pessoa com um filhote de cachorro que não pode mais cuidar de levá-lo a um centro de resgate como Battersea. Assim, eles estarão seguros e terão a melhor chance de encontrar o lar perfeito, assim como Oliver fez com Suzanne. Nunca há desculpa para abandonar um animal indefeso - os resgates estão aqui para ajudar”, reforça Steve.

Como ajudar um cão cego

Em casos de cegueira gradual em caninos, muitos donos nem percebem que seus cães estão perdendo a visão. Isso ocorre porque os cães usam seu olfato e audição para se locomover pelo ambiente. A cegueira repentina, entretanto, é desorientadora, confusa e frequentemente assustadora. Alguns cães ficam medrosos ou agressivos, enquanto outros lutam para se acostumar com seu novo normal. Felizmente, existem coisas que você pode fazer para ajudar a melhorar a qualidade de vida do seu cão cego. Confira:

  • Evite mudanças: seu cão já está costumado com o ambiente da casa, se você mudar os móveis irá dificultar a locomoção dele.
  • Medidas de segurança: bloqueie a passagem de escadas, piscinas entre outros lugares arriscados para o pet.
  • Dicas táteis: os cães percebem mudanças nos pés, assim como as pessoas. Isso torna relativamente simples dar dicas não visuais ao seu cão para passear pela casa.
  • Dicas de ruído: usar brinquedos com barulho ajudará o seu cão a se exercitar.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com